Nota Oficial

 
 
 
 
NOTA OFICIAL
 
 
O presidente da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Funcionários da Assembléia Legislativa da Paraíba (Cooperlegis), Nelson Araújo da Nóbrega, vem a público esclarecer sobre possíveis denúncias feitas por alguns servidores comissionados ou prestadores de serviços da Assembléia Legislativa de que não estariam tendo seus interesses atendidos pela entidade.
 
A Diretoria da Cooperativa compreende e se solidariza com os servidores em situação especial – comissionados ou contratos especiais – que necessitam com urgência de renovação de empréstimos para sanar problemas pessoais ou familiares, atribuindo a esta necessidade o fato de não aceitarem as explicações dadas individualmente e se sentirem injustiçadas.
 
Nem sempre a Cooperativa dispõe de dinheiro suficiente para atender a todos as solicitações. E alguns meses, principalmente os que têm feriados prolongados, registram uma demanda maior de pedidos, extrapolando nossa capacidade de liberação de todos os empréstimos solicitados.
 
É preciso deixar claro que a Cooperlegis tem como uma de suas premissas o cooperativismo, que só funciona se os associados cumprirem com sua obrigação, que consiste no repasse das parcelas referentes aos empréstimos contraídos. A falta de quitação das parcelas acarreta, inevitavelmente, na redução de nossa capacidade de atender a outros servidores cooperados.
 
Vale lembrar que outra missão importante da Cooperlegis é a Educação Financeira, com o uso adequado do crédito recebido. Nosso desejo é que o associado consiga, por meio da contração de empréstimos com juros menores do que os praticados no mercado financeiro, sanar sua situação emergencial sem a necessidade de contrair empréstimos sucessivos que venham a comprometer sua renda familiar.
 
A Diretoria afirma veementemente que não discrimina, destrata ou distingue seus associados. Entretanto, reafirma seu compromisso em zelar sempre pelos direitos de seus associados, mesmo que para tanto contrarie interesses individuais ilegítimos.
 
Todos os associados têm direito a retirar empréstimo na Cooperativa, dede que cumpram as regras estabelecidas em Regulamento Interno da Diretoria, disponível em sua página na internet (cooperlegis.com.br).
 
A Cooperlegis sempre trabalhou com lisura e transparência, cumprindo a finalidade para a qual foi criada. Iniciou suas atividades de empréstimos em julho de 1993 e se orgulha de, ao longo de 18 anos, ter concedido milhares de liberação de crédito que ajudaram os servidores da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba, incluindo parlamentares.
 
Por fim, a Diretoria lamenta que alguns servidores em situação sob análise pela Cooperativa tenham tentando macular a imagem da entidade, que existe apenas para garantir acesso a crédito fácil e com juros baixos aos seus associados. E lembra, ainda, que nenhuma instituição financeira faz liberação de empréstimos sem antes analisar a capacidade de endividamento e estabilidade financeira de quem os pleiteia.
 
 
 
A   Presidência.